Pais de criança com gastrosquise doam R$ 40 mil para garota com a mesma doença

Crédito: Reprodução Facebook Ajude a ISA

Isabela Diringer tem 12 anos de idade, mas seu desenvolvimento físico e mental equivalem ao de uma criança de 6 anos. Isso acontece porque a garota nasceu com gastrosquise, uma doença caracterizada por uma má formação que permite que as vísceras abdominais, como estômago e intestinos, saiam por uma abertura.

Logo que nasceu, a Isa foi operada, mas ela ainda teve que passar os 12 anos de sua vida lutando contra a doença. Seu intestino é significativamente menor do que o normal esperado para um ser humano, ela tem que se alimentar por meio de catéteres e é internada frequentemente.

Mas o sofrimento dela pode acabar! Um grupo de médicos ingleses do Royal Manchester Children’s Hospital desenvolveu uma cirurgia que pode ser a cura definitiva para a gastrosquise. A técnica tem 91% de chances de devolver a função do intestino.

Mas a família da Isa precisava de R$ 500 mil para poder arcar com os gastos da viagem e da cirurgia. Por isso, os pais dela criaram uma página no Facebook e uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar o dinheiro. A mãe, Gláucia Marina Diringer, é cabo da PM. E os policiais apostaram no bolão da Mega da Virada, ganharam R$ 3 mil reais e doaram tudo para a causa.

Além disso, um outro filho de policial, o Guilherme, de 15 anos, também estava arrecadando doações para sua cirurgia de coração. Como o garoto conseguiu um doador de órgão, ele doou os R$ 240 mil que havia conseguido para Isabela.

Mas ainda faltavam R$ 40 mil para completar o dinheiro da viagem, e é aí que a história fica mais emocionante. Um casal doou toda a quantia restante para a causa. Mas isso não é tudo:

O casal doador, Bruno e Jéssica Benitez, têm um filho, o Chico, de 4 anos de idade, que tem a mesma doença que a Isa, a gastrosquise. O dinheiro doado foi o que os pais estavam arrecadando para a cirurgia do próprio filho. E eles explicaram o porquê de terem feito isso: “o Chico está nessa luta há 4 anos. A Isa já está há 12”.

As duas crianças se conheceram e compartilharam na internet essa história de amor e solidariedade. Agora, a Isa vai para a Inglaterra fazer a cirurgia dela.

O pequeno Chico segue na sua luta para também poder sair dessa situação. Os pais do garoto também têm uma página no Facebook e uma campanha de financiamento coletivo. Além disso, há uma hashtag de apoio, a #VaiChico e também um site que tem até venda de camisetas e outros produtos com a estampa da campanha.