Constance Wu reclama de Casey Affleck e é avisada que isso pode prejudicar a carreira dela

Crédito: Reprodução Twitter

O irmão mais novo de Ben Affleck, Casey, é o protagonista do filme Manchester à Beira Mar, um dos mais cotados para o Oscar desse ano. Com 8 indicações à estatueta, o filme só perde para as 14 de La La Land. e Casey Affleck é um dos mais fortes concorrentes ao prêmio de Melhor Ator. Isso indignou muita gente, como a atriz Constance Wu.

Casey Affleck, em 2010, foi acusado por duas mulheres de assédio sexual durante as gravações do documentário “Eu Ainda Estou Aqui” (I’m Still Here, 2010), sobre a vida do ator Joaquin Phoenix. Mas parece que isso foi totalmente ignorado pela indústria, que hoje o vê como uma estrela em ascenção.

LEIA MAIS
AFFLECK: INDÚSTRIA IGNORA ACUSAÇÕES DE ASSÉDIO DO INDICADO A MELHOR ATOR

A atriz Constance Wu, uma das protagonistas da série Fresh Off The Boat, do canal ABC, foi ao Twitter expressar o seu descontentamento ao ver Casey Affleck como um dos indicados ao maior prêmio de cinema do mundo.


“Homem que assedia sexualmente as mulheres indicado AO OSCAR! Porque ter uam boa atuação é mais importante que humanidade e integridade humana! Coitado, realmente precisa da ajuda!”


“Garotos! COMPREM sua saída de problemas com acordos na justiça! Só façam uma boa atuação, é tudo o que importa. Arte não tem nada a ver com humanidade, né?”

E Constance foi além: escreveu um texto sobre o problema de indicar Casey Affleck ao Oscar:


“Aqui está um texto que eu escrevi em uma conversa com o @PeterShinkoda sobre como a vitória de Casey Affleck será positiva para Trump:
“Ok, ele não está concorrendo para a presidência. Ele está concorrendo para um prêmio que honra um trabalho cujo propósito é examinar a dignidade da experiência humana e mulheres jovens são profundamente humanas. A ausência do prêmio não diminui uma performance excelente. Isso está em páginas, telas, em qualquer lugar… E a oportunidade de INTERPRETAR UM PAPEL é uma honra tremenda por si só. Mas as escolhas que um comitê de premiação faz aumentam a dignidade de um prêmio e trazem luz para aquilo que nosso ofício procura honrar. Significa a consciência do comitê mencionado das negligências prejudiciais que este pode ter participado no passado sem saber, e o respeito e dignidade de aprender com o passado, não o repetir e não usá-lo como uma desculpa para reforçar os maus tratos nojentos e frequentemente “escondidos” da industria com as mulheres. Arte não existe por causa de prêmios, mas prêmios existem para homenagear tudo o que a arte está tentando realizar na vida. Portanto, o contexto importa. Porque na atuação, a vida humana importa. É por isso que a arte existe. Eu sei que é apenas um prêmio, mas acho que estou nesta carreira, não por prêmios, mas porque o tratamento da vida humana importa para mim. Então eu luto por isso.”

E o que aconteceu com Constance Wu? Ela teve a carreira dela prejudicada por isso. Não Casey Affleck, que realmente assediou duas mulheres. Mas Constance Wu, que denunciou esse fato, ignorado hoje pela mídia.


“Fui aconselhada a não falar disso para poupar minha carreira. Dane-se minha carreira então. Eu sou uma mulher em primeiro lugar. É nisso que meu trabalho é baseado.”

E ao ser perguntada se foram seus agentes que a aconselharam a ficar quieta, ela esclareceu:


“Não. não foram eles. Meus agentes são ótimos. Todo meu time é ótimo”


“Foram produtores e jornalistas que eu sei que têm meod de falar sobre isso porque o pessoal do Casey ameaça o acesso ao Ben [Affleck] e ao Matt [Damon]. Uma ação bem à moda Trump”

E Constance não se intimidou com as ameaças à sua carreira. Os tweets dela foram no dia 24 de janeiro, quando foram divulgados os indicados ao Oscar, mas ainda hoje, 26 de janeiro, ela continua falando sobre o impacto que isso pode ter na sociedade:


“Eu me importo mais no que os jovens garotos e garotas que vão absorver o que as escolhas da Academia vão implicitamente ensiná-los sobre recompensas e a cultura do estupro”


“E se você pensa que a cultura do estupro só tem a ver com estupro/transa, hmmm não tem, então se faça um favor e pesquise, leia sobre isso. Aprenda algo”