ONDDA Vozes da Marca

Ser diva não é ser fútil

Crédito: Reprodução MGM / Material Girls
Crédito: Reprodução MGM / Material Girls

Quando uma pessoa quer atacar uma ícone diva, o primeiro argumento sempre é “ah, mas ela é muito fútil”, “só liga para dinheiro, maquiagem e roupas”. Mas é bom entendermos primeiramente que ser diva não é ser fútil. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

E mais, gostar de maquiagem, roupas e qualquer outra coisa “superficial” também não te faz fútil. Te faz apenas parte de uma sociedade capitalista e machista que te encoraja a gostar dessas coisas para depois usar isso contra você.

Ser diva não é ser fútil porque uma diva, assim como qualquer outro ser humano, é uma pessoa complexa. Uma pessoa que pode ou não gostar de estar sempre na moda, bem arrumada, que pode ou não ser rica, que pode ou não ter as unhas feitas. Uma diva só é uma diva por causa de suas atitudes.

Você pode usar os jeans que ganhou no amigo secreto de 2009 ou estar de Prada dos pés à cabeça. Não é isso que ditará se você é mais ou menos diva. O que ditará é como você age. E você é uma pessoa que espalha o bem se você encoraja outras mulheres a se amarem mais, se você ousa fazer aquilo que gosta e tem vontade, se é gentil, se acolhe quem precisa… Ser diva tem a ver com isso: ser uma pessoa agradável e que tem um impacto positivo no mundo (e lembre-se: se o seu impacto positivo for em apenas uma pessoa, já valeu à pena).

Uma diva não tem nada a ver com ser fútil. Há divas “fúteis”? Bom, se pegarmos a definição de fútil, vemos que é algo ou alguém “desprovido de interesse, que não possui nenhum valor, ou nenhuma importância”. Então a pergunta que devemos fazer é: existe mesmo uma pessoa fútil?

Não. Não existe. Todas as pessoas têm valor, interesse e importância. As pessoas podem agir de modo fútil às vezes, sim. Homens, mulheres e crianças podem ter comportamentos fúteis, mas ninguém é fútil 100% do tempo. As pessoas são mais complexas do que isso e tentar colocar mulheres em uma caixinha denominada “futilidade” e dizer que elas valem menos por isso é machista e deplorável.

Divas não são fúteis. São pessoas. São mulheres.

Somos a Gold & Ko, uma marca de chocolates jovem e ousada. É só você ver olhar para a Diva, nosso chocolate cheio de atitude e crocância que chega causando onde quer que decida ir. Por isso, #LibereSuaDiva você também, e seja tudo o que puder ser, assim como nossas delícias, feitas com os melhores ingredientes.