Veja 7 filmes LGBT que vieram para o Brasil em 2016

Crédito: Reprodução Certas Mulheres Sony Pictures
Crédito: Reprodução Certas Mulheres Sony Pictures

O ano de 2016 foi um ótimo ano para o cinema LGBT. No mundo todo, diversos filmes com temática lésbica, gay, bi ou trans foram lançados e diversos festivais receberam filmes LGBT. Infelizmente, ainda é muito difícil tem ciência dessas obras cinematográficas, pois é raro elas estrearem em cinemas de fácil acesso ao público e terem boa propaganda. Mesmo assim, essas mídias existem. E também são feitas no Brasil!

Confira então, sete filmes LGBT que vieram para o Brasil em 2016:

Que Viva Eisenstein! – 10 Dias que Abalaram o México
Lançamento: 01/01/2016

Sinopse: O cineasta Sergei Eisenstein (Elmer Bäck) se muda para Guanajuato, no México, para dirigir seu filme “Que Viva México!”. Na cidade, ele fica encantado com a cultura e o modo de vida mexicanos e atrasa as gravações. Isso gera conflitos e, sozinho e inseguro, Eisenstein se torna mais próximo de seu guia local, Palomino Cañedo (Luis Alberti) e os dois se envolvem romanticamente.

Mãe Só Há Uma
Lançamento: 21/07/2016
Sinopse: O jovem Pierre descobre que a sua mãe não é sua mãe biológica e que ele foi roubado quando criança. Ele então vê sua vida mudar radicalmente quando sua mãe vai presa e ele tem que ir morar com a família biológica. Esse é um dos poucos filmes LGBT que foram feitos no Brasil.

O Vale do Amor
Lançamento: 22/09/2016
Sinopse: Um jovem homem gay comete suicídio, mas não sem antes deixar uma missão para seus pais separados, Isabelle (Isabelle Huppert) e Gérard (Gerard Depardieu). Ele envia uma carta falando para que os dois o encontrem no Vale da Morte, nos EUA.

Certas Mulheres
Lançamento: 07/10/2016 (no Festival do Rio)
Sinopse: Laura Wells (Laura Dern), Gina Lewis (Michelle Williams), Jamie (Lily Gladstone) e Beth Travis (Kristen Stewart) têm uma coisa em comum: todas vivem no estado de Montana, EUA. E suas histórias irão se entrelaçar de maneira profunda. É o primeiro papel de Kristen Stewart como uma mulher abertamente lésbica.

Spa Night
Lançamento: 07/10/2016 (no Festival do Rio)
Sinopse: Um adolescente coreano americano é gay e está no armário. Ele começa a trabalhar em um spa para ajudar a família e descobre um mundo gay.

A Canção do Pôr do Sol
Lançamento: 08/10/2016 (no Festival do Rio)
Sinopse: O filme se passa na Escócia rural do começo do século XX. A jovem Chris Guthrie (Agyness Deyn) luta com uma tragédia familiar, com as consequências da Primeira Guerra e conhece o amor.

A Criada
Lançamento: O filme foi exibido pela primeira vez no dia 21/10/2016 na 40ª Mostra de SP, mas será lançado oficialmente no dia 12/01/2017
Sinopse: Na Coreia do Sul dos anos 30, a jovem Sookee (Kim Tae-ri) é contratada para ser criada da herdeira nipônica Hideko (Kim Min-Hee). Mas ela tem um plano de desposar Hideko, roubar sua fortuna e trancá-la em um manicômio. Até que Sookee começa a compreender Hideko.