J.K. Rowling fala que Dumbledore pode ser abertamente gay na nova franquia

Crédito: Reprodução Twitter @jk_rowling

Essa semana estreia o novo filme do universo Harry Potter: Animais Fantásticos & Onde Habitam. A história se passa muitos anos antes do nascimento do bruxinho e do outro lado do oceano, mas é confirmado que será contada em 5 partes e que o personagem Alvo Dumbledore aparecerá na série. E J.K. Rowling deu uma entrevista na qual fala que a homossexualidade do personagem pode ser explorada.

A autora da série Harry Potter afirmou que o diretor era gay em uma entrevista em 2007, após o lançamento do sétimo livro da saga. À época, muitas pessoas ficaram eufóricas com a afirmação, dizendo que estavam felizes com a “representação” do personagem. Porém, algum tempo depois, a comunidade LGBT foi percebendo como não havia nenhuma representatividade em Dumbledore, afinal a sua sexualidade não é comentada em nenhuma frase dos sete livros. Foi apenas uma “curiosidade” que a autora lançou após ter concluído a história.

Ela ainda afirmou que Dumbledore era apaixonado por Gerardo Grindelwald, o maior bruxo das trevas antes da aparição de Voldemort e amigo de adolescência de Alvo, que era um jovem conturbado, muito diferente de seu-eu adulto.

Agora, com a nova história se passando na época da juventude de Dumbledore e da ascensão de Grindelwald, há uma abertura para a franquia de Animais Fantásticos & Onde Habitam mencionar a questão da sexualidade e realmente dar alguma representação para a população LGBT que é fã do universo mágico criado por J. K. Rowling.

Ela afirmou em entrevista recente que “há muito que desenvolver sobre Dumbledore como um homem jovem e complicado”. E ainda que “vamos vê-lo num momento muito formativo em sua vida. Sobre sua sexualidade… Fiquem atentos”.

Problemas

O filme vem sendo muito criticado mesmo antes de seu lançamento, pois o ator escalado para interpretar Grindelwald foi Johnny Depp, que esse ano foi acusado pela ex-mulher, Amber Heard, de ter sido violento. E amber até apresentou um vídeo como prova da violência de Depp.

Milhares de fãs de Harry Potter ficaram extremamente decepcionados com a escolha do ator, pois mesmo que a escalação tenha sido feita antes das acusações, os produtores decidiram revelar que Depp estava no elenco após milhões de ingressos terem sido vendidos. Isso fez com que as pessoas se sentissem traídas pela série. E o caso é ainda pior, já que a própria J. K. Rowling sofreu violência doméstica e ela agora está apoiando a adição de Depp para o elenco.

Fãs do mundo todo estão mandando mensagens para ela no Twitter reclamando da escolha e de seu apoio a Depp. ela tem tentado argumentar e também tem bloqueado muitas pessoas na rede social.


LGBT

Além de tudo isso, J.K. Rowling também é duramente criticada – e com razão – por praticar o queerbaiting, termo usado para caracterizar a ação de roteiristas/escritores/diretores colocarem duas pessoas do mesmo sexo e insinuarem qualquer tipo de relacionamento, mas sem explicitar nada (spoiler: no final, quase sempre eles fazem algo para provar que nunca houve envolvimento sexual e nem romântico entre os personagens).

Um exemplo é no último livro de Harry Potter, “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”, que é o roteiro da peça que está sendo apresentada em Londres. A história mostra a Hogwarts na época dos filhos de Harry, Gina, Hermione, Ron e Draco. (SPOILERS) O filho do meio de Harry, Alvo Severo, faz amizade com Escórpio Malfoy, filho de Draco, e os dois vão para a Sonserina.

A amizade entre a dupla é linda e eles são excluídos pelas outras crianças da escola – inclusive pela prima de Alvo, Rosa, filha de Hermione e Ron – mas eles só precisam um do outro. A história inteira dá a entender que, no fim, eles poderiam ficar juntos, já que falam coisas um para o outro como “se eu tiver que passar muito tempo preso em um buraco, eu tô feliz que eu tô aqui com você”. Mas no final, essa ideia é jogada por terra. (FIM DOS SPOILERS)

E agora, J. K. Rowling? Será que podemos confiar em sua palavra e realmente ver um personagem LGBT em suas histórias? O Dumbledore é um personagem emblemático e importantíssimo em todo o universo bruxo. Se ele for realmente mostrado como gay, será uma bela revolução.