Casal lança roupas livres de padrão de gênero para bebês

Crédito: Divulgação

O mundo entrou em uma tendência de lançar “roupas sem gênero”, mas o que ninguém havia sacado até agora é que: roupas nunca tiveram gênero, quem tem gênero são as pessoas. E mais, não basta dizer que fará uma linha de roupas para todos os gêneros quando elas são todas largas e cinzas. Um casal de designers de Porto Alegre entendeu esse conceito e decidiu lançar a Matiz.

É triste, mas no mundo de hoje, se você veste seu bebê de rosa, já acham que é uma menina. Se coloca uma roupa com estampa de caminhãozinho, todos pensam que é um menino. Pensando nisso, Pedro Benites e Lívia Dall’Agnol decidiram criar a Matiz. Ela é uma empresa que produz roupas e acessórios para bebês que não trazem padrões de gêneros neles.

No próprio site, os criadores afirmam: “Não acreditamos na divisão de gênero entre meninos e meninas. Roupas e brinquedos não possuem gênero”. Além disso, o material usado é sustentável. Pedro e Lívia trabalham com algodão orgânico e tecidos em PET.

A produção é justa, ou seja, os criadores conhecem de perto quem está na cadeia produtiva e essas pessoas não são exploradas. O casal trabalha com duas cooperativas só de mulheres, a Univens (Unidas Venceremos) e a Cooperativa de Mulheres da Região Metropolitana.

O nome Matiz também não é por acaso. Matiz é uma das três propriedades da cor (as outras são saturação e luminosidade) e ela se refere à cor pura, viva. Todos os produtos da loja têm cores assim. De acordo com o site, as peças “apresentam-se em cores vivas e alegres para estimular o desenvolvimento cognitivo do bebê”.

A inovação de Lívia e Pedro vem ganhando cada vez mais espaço. O casal, além de vender os produtos online, também tem parcerias com lojas físicas em Porto Alegre e Rio de Janeiro e com a loja virtual +Alma. Os produtos variam entre cueiros de R$ 109,90 e luvinhas de R$ 19,90.